Causas, sintomas e tratamento da insônia. Abordamos todos os tipos de insônia, como insônia aguda, crônica, insônia primária e secundária, insônia leve, moderada ou grave. Tratamentos naturais, médicos e alternativos.


terça-feira, 27 de setembro de 2011

Insônia secundária

Os distúrbios do humor e ansiedade são as principais co-morbilidades associadas à insónia secundária, estando presentes em 30% a 50% dos doentes com insónia.
A patologia médica e abuso de substâncias estão presentes respectivamente em 10% dos doentes. É fundamental uma correcta história clínica, com história e diário do sono, complementando-a com informação do(a) parceiro(a). Existe evidência de que a combinação do tratamento farmacológico específico (benzodiazepinas e agonistas dos receptores das benzodiazepinas) com o não farmacológico (terapia cognitivo-comportamental) pode ser útil na insónia secundária, como co-adjuvante do tratamento da doença de base. Existem várias opções terapêuticas com as respectivas indicações e efeitos adversos. Os critérios de referenciação devem ser definidos de acordo com a disponibilidade dos recursos humanos.
Conclusão: A insónia secundária no adulto deve ser sistematicamente abordada pelo Médico de Familia devido à sua elevada prevalência e às suas graves consequências se não diagnosticada e tratada. É importante conhecer e saber utilizar a terapêutica não farmacológica na consulta uma vez que esta mostrou ser importante no tratamento deste tipo de insónia. O Médico de Familia deve saber as indicações precisas para o tratamento farmacológico e critérios de referenciação.
Índice dos artigos relativos a Insônia

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL