Causas, sintomas e tratamento da insônia. Abordamos todos os tipos de insônia, como insônia aguda, crônica, insônia primária e secundária, insônia leve, moderada ou grave. Tratamentos naturais, médicos e alternativos.


terça-feira, 16 de setembro de 2014

Diagnóstico e tratamento da insônia

A insônia é encontrada em homens e mulheres de todas as faixas etárias, embora pareça ser mais comum no sexo feminino (especialmente depois da menopausa) e em idosos. A capacidade de dormir, em vez da necessidade de sono, parece diminuir com a idade.

Pacientes com insônia são avaliados com a ajuda de uma história médica e de sono. A história do sono pode ser obtida a partir de um diário do sono preenchido pelo paciente ou por entrevista com o parceiro de cama do paciente, sobre a quantidade e a qualidade do sono do paciente.
Podem ser recomendados estudos do sono especializados, mas somente se houver suspeita de que o paciente pode ter um distúrbio do sono primário, como apnéia do sono ou narcolepsia.

Insônia transitória e intermitente podem não requerer tratamento, uma vez que os episódios duram apenas alguns dias de cada vez. Por exemplo, se a insônia for devida a uma mudança temporária no horário de sono / vigília, como acontece com o jet lag, o relógio biológico da pessoa geralmente voltará ao normal por conta própria. 
No entanto, para algumas pessoas que experimentam sonolência diurna e performance afetada como resultado de insônia transiente, a utilização de comprimidos para dormir podem melhorar o sono. Como com todos os medicamentos, existem efeitos colaterais potenciais. O uso de medicamentos para dormir sem prescrição médica, geralmente não é recomendado para o tratamento da insônia.

Índice dos artigos relativos a Insônia

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL